Muitas mães se perguntam como fazer para realizar uma festa infantil de baixo custo linda e perfeita para seu filho ou sua filha sem comprometer o orçamento familiar nos atuais tempos de crise econômica.

Tenho duas filhas pequenas (uma de 4 e outra de 6 anos) e nunca deixei de comemorar um aniversário sequer e posso afirmar: todas as comemorações (grandes ou pequenas) valeram muito a pena!!!

Já fiz vários tipos de festas infantis para as minhas meninas: festas caseiras dentro do nosso apartamento, festas grandes em Casa de Festas, festa na escola, já fiz até em churrascaria (kkkkkk), mas nunca deixei essas datas passarem em branco.

Vou compartilhar agora, com você, a minha experiência tanto como mãe, quanto blogueira desse maravilhoso mundo festeiro sobre o que realmente vale a pena investir quando a grana está curta.

1) Orçamento para uma Festa Infantil de baixo custo:

Orçamento para uma festa infantil
Orçamento para uma festa infantil de baixo custo. Créditos na imagem.

Primeiro e fundamental ponto para que você faça uma festa perfeita para o seu filho sem se arrepender depois: quanto dinheiro ($$$$) poderei investir nessa festa infantil?

Lógico que sempre tive vontade de fazer uma festa de artista para as minhas filhas, em um lugar escandalosamente maravilhoso, com personagens vivos animando as crianças, com todos os tipos de doces gourmets que existem na face da terra, aquele bolo esculpido de 10 andares, lembrancinhas “bafônicas”… mas, nesses quase 7 anos como mãe, aprendi que crianças curtem mesmo a simplicidade.

Percebo que muitas mães investem mais dinheiro nas festas de 1 aninho (eu mesma já fiz isso). MAS depois, quando percebemos que nossos bebês não aproveitaram tanto assim, acabamos nos desmotivando a investir tanto dinheiro nos próximos anos.

DICA: Nos primeiros 2 aninhos os pais curtem mais a festa do que os filhos aniversariantes. Essa é a hora de fazer algo mais simples e nem tão caro. Os bebês não fazem questão de festas requintadas, preferem sua rotina de sono, alimentação e brincadeiras leves. Mas, para toda e qualquer festa, faça o planejamento com, pelo menos, 6 meses de antecedência. Assim você dificilmente terminará a festa com sua conta bancária no vermelho.

O QUE APRENDI COM AS MINHAS FILHAS: Aprendi que brigadeiro tradicional (feito com Nescau) é muito mais gostoso do que brigadeiro gourmet. Aprendi que língua de sogra faz a gente rir até doer a barriga. Aprendi que ficar descalça na festa é muito mais divertido do que usar sapatos ou sandálias com meia calça.

A seguir você vai descobrir como é possível fazer uma linda festa infantil de baixo custo para seu filho ou sua filha.

2) Decoração da Festa Infantil de baixo custo:

Decoração de festa infantil simples de baixo custo. Créditos na Imagem.

Sabia que você mesma poderia fazer uma decoração linda produzindo os itens decorativos da sua festa?

Não tem dinheiro para pagar um bom decorador? Faça você mesma! Hoje em dia temos acesso a uma infinidade de informações gratuitas na internet de itens que podem te ajudar nessa busca: Instagram, YouTube, Google, Pinterest, Blogs de festas, etc. Pesquise e verá que há muitas coisas descomplicadas que você pode fazer.

SUGESTÃO: Nas Fanpages do Festejar com Amor no Instagram (clique aqui) e no Facebook (clique aqui) são postadas milhares de inspirações e lindas ideias de festas compartilhadas dos melhores profissionais do ramo de festas do Brasil e do mundo. 

DICA: em vez de comprar suportes dos doces e dos bolos (e depois nunca mais usar) você pode alugá-los em lojas da sua cidade que são especializadas em locação. São bem mais baratos. Você também pode usar copos e pratinhos descartáveis pra fazer seu próprio suporte.

O QUE APRENDI COM AS MINHAS FILHAS: se é de plástico ou de papel, se foi caro ou se foi barato, se é da moda ou ultrapassado… elas não estão nem aí! As coisas mais importantes são: brincar muito até suar e se descabelar, cantar parabéns e soprar as velinhas!

3) Tema para uma Festa Infantil de baixo custo:

Temas para Festa Infantil. Temas para Festa Infantil de baixo custo. Créditos: Festejar com Amor.

Sabia que o tema interfere bastante no custo da sua festa infantil?

Já tive essa experiência e posso afirmar que os temas mais atuais sempre tem uma infinidade de opções para podermos escolher. Consequentemente, encontramos itens mais fáceis e mais em conta para decorar e presentear como lembrancinhas.

Certa vez escolhi o tema “Angelina Ballerina”, gente, não achei nadaaaaaaaa pronto e a solução foi encomendar artigos personalizados, como tags, para eu mesma fazer as lembrancinhas. Deu trabalho, mas ficou personalizada.

DICA: Peça para seu filho(a) dizer 3 opções de temas dos quais ele(a) gostaria que fosse a festinha dele(a). Esta opinião é fundamental para o sucesso da festa, afinal a festa é dele(a). Se ele(a) ainda não fala (é bebezinho) escolha trabalhar com as cores ou com os elementos dos quais ele(a) gosta de brincar: bolas, carrinhos, bonecas, cataventos, ursinhos…

O QUE APRENDI COM AS MINHAS FILHAS: No dia da festa elas nem olham a mesa do bolo com atenção, só querem saber de brincar com os amigos e se divertirem muito.

4) Local da Festa Infantil de baixo custo:

Local para uma festa infantil de baixo custo.

Decisão importantíssima é a escolha do local de uma festa infantil.

Fazer uma festa infantil na sua casa ou no seu apartamento ou na pracinha ou na escola… dispensam o custo com a locação de uma Casa de Festas. MAS não se esqueçam que as Casas de Festas incluem: brinquedos, mesas, cadeiras, toalhas, comidas, bebidas, garçons, ar-condicionado, animação… enfim, oferecem uma variedade de coisas que você vai ter que pagar para fazer na sua casa.

Aí não tem jeito, coloque tudo na ponta do lápis e veja o que está dentro do seu Orçamento e do seu Tempo.

Adianta você querer fazer tudo na sua casa mas não ter tempo de fazer nada?

Adianta contratar os serviços de uma casa de festas e “ficar no vermelho”?

DICA: Muitas Casas de Festas oferecem pacotes mais baratos para festas durante a semana. Outras oferecem o seu serviço de buffet e decoração para fazer tudo na sua casa. Outras tem um valor diferenciado para festas durante o almoço e durante o jantar. Quanto antes você planejar sua festa, mais tempo você terá para poder pagar tudo, principalmente se você gosta de parcelar suas compras.

O QUE APRENDI COM AS MINHAS FILHAS: Não importa onde será a festa e sim quem estará na festa.

5) O que Servir na Festa Infantil:

Hoje em dia vivemos num mundo gourmet. Tudo que você imagina comer, já tem na versão gourmet.

Muitos apreciam bastante pois essas comidas são feitas com ingredientes caseiros, diferenciados, selecionados, artesanais, etc. Isso faz com que acabem sendo um pouco mais caros até pelo tempo que levam para ser preparados: sabor exclusivo, materiais utilizados, forma de apresentação, etc.

Independente do que você for servir, muito cuidado com a quantidade que foi planejada para seus convidados. Já fui em festas onde a comida simplesmente acabou antes da festa terminar, as bebidas começaram a ser servidas quentes… a ponto de eu ter que chegar em casa e fazer um lanche para a minha família.

De que adianta fazer uma festa infantil com decoração maravilhosa e ter seus convidados insatisfeitos, famintos com o que você planejou para eles comerem?

Tenha um carinho especial não só com a quantidade mas com a variedade. Por exemplo: 5 tipos de salgados com recheios variados e 5 qualidades de doces já são o suficiente para tentar satisfazer aquelas pessoas das quais você convidou.

Se for servir empratados, ofereça pelo menos 2 opções aos seus convidados dando prioridade àquilo que as crianças aceitam com mais facilidade.

DICA: Se for contratar serviço de buffet tenha certeza de que aquilo que eles oferecem será o suficiente para atender a todos os seus convidados durante todo o tempo da festa. Exija um contrato, não faça nada de boa fé. Exija que tudo seja fresco, feito no dia.

O QUE APRENDI COM AS MINHAS FILHAS: Quanto mais simples, mais gostoso! Se não tiver pipoca e brigadeiro tradicional, a festa não é tão legal assim.

6) Bebidas em Festa Infantil:

 

Bebidas para festa infantil. Créditos na imagem.

Muitos questionam sobre o uso de bebidas alcoólicas em festas infantis. Alguns dizem que isso é uma má influência para as crianças.

Lembra-se de quando você era criança? Pois eu me lembro perfeitamente. Tanto meu pai quanto meus tios tomavam suas cervejinhas, conversavam, interagiam… e o fato de eu ver essa cena durante anos não fez com que me tornasse uma alcoólatra e muito menos uma apreciadora de qualquer bebida com álcool. Definitivamente não curto.

Mas, eu ofereço bebidas alcoólicas nas minhas festas (geralmente cerveja e uísque), e também coloco: 2 tipos de refrigerantes, 2 tipos de sucos naturais, água sem gás, água de coco natural… assim não tem erro.

Mas, se o dinheiro está curto, economize na cervejinha. Ofereça 1 tipo de refrigerante + 1 tipo de suco + água sem gás.

DICA: Evite bebida alcoólica se você já sabe que alguns de seus convidados costumam exagerar na dose estragando a sua festa por conta dos excessos.

O QUE APRENDI COM AS MINHAS FILHAS: Água sem gás não pode faltar.

7) Quantas Pessoas Devo Convidar para uma Festa Infantil de baixo custo?

Quantas pessoas convidar em uma festa infantil de baixo custo?

Lembre-se: Quanto mais pessoas você convidar, mais você irá gastar!

Isso é fato.

No primeiro aniversário da minha primeira filha, ela não tinha ideia de quem era aquele bando de gente na festa pois, a maioria, eram convidados dos meus pais que não tinham afinidade nenhuma com ela.

Eu, deslumbrada e ansiosa pela primeira festa, queria tudo o que via pela frente, afinal era o primeiro aniversário da minha menininha! A festa tinha que ser maravilhosa, um arraso, inesquecível.

Resumindo: Minha filha dormiu a maior parte do tempo, chorava no colo daqueles estranhos, não brincou nem na metade dos brinquedos que contratei, não comeu nada da festa, se incomodou com o barulho, se divertiu pouco e eu gastei muito $$$$$$.

Essa experiência fez com que eu tivesse uma postura totalmente diferente no primeiro aniversário da minha segunda filha.

Resumindo: Fiz uma festa aconchegante dentro do meu apartamento, convidei apenas pessoas próximas a nós, minha segunda filha não dormiu durante a festa, se divertiu bastante, não chorou em nenhum momento, e não gastei muito $$$.

DICA: Nem sempre o que achamos escandalosamente bom é o melhor para os nossos filhos. Experiência é tudo na vida, por isso compartilho a minha vivência com você.

O QUE APRENDI COM AS MINHAS FILHAS: Menos é mais. Tudo tem a hora certa para fazer!

8) Lembrancinhas em Festa Infantil de baixo custo:

Lembrancinhas para festa infantil de baixo custo.

Muitos acham bobagem distribuir lembrancinhas em festa infantil (exemplo: meu marido, rsrsrs).

Particularmente eu gosto de presentear aquelas pessoas que se dispuseram a comemorar uma data tão importante ao lado da minha família.

Costumo presentear tanto as crianças quanto os adultos. Nada muito caro, mas algo feito com muito carinho. Pode ser uma trouxinha de bombom, um bolo no pote feito em casa, um marcador de livros, uma cestinha com guloseimas, etc.

Mas uma coisa eu NUNCA FAÇO: distribuir lembrancinhas com a foto das minhas filhas. Eu não suportaria ver a carinha delas dentro de uma lixeira, afinal, todos jogam fora as embalagens personalizadas dos doces. Não exponho a imagem delas em lembrancinhas, não acho legal.

Outra coisa: fazer lembrancinhas caras com o nome do aniversariante gravado entendo que é jogar dinheiro fora. Gente, eu não consigo sair com as minhas filhas segurando uma bolsinha maravilhosa, com acabamento impecável, MAS escrito o nome de outra criança. Não faz sentido! Não curto!

As lembrancinhas mais caras, eu peço para colocar somente a imagem do tema da festa. Assim meus convidados poderão usar o que ganharam em qualquer lugar sem ter o nome de outra criança exposto.

DICA: É imprescindível dar lembrancinha? Não. MAS se for distribuir, tem que ter, pelo menos, a quantidade igual para todas as crianças presentes na festa. Pode ser um bambolê, uma bola de futebol, um bombom, bolinha de sabão… MAS tem que ter para todas elas.

O QUE APRENDI COM AS MINHAS FILHAS: se elas verem alguma criança ganhando alguma coisa que elas não ganharam de lembrancinha, começam a chorar se sentindo desprestigiadas.

9) Animação da Festa Infantil:

Esse é um serviço que, confesso, nunca contratei por fora.

Só tive animadores nas festas das minhas filhas quando estava incluído no pacote das Casas de Festas.

Já tentei até contratar um personagem vivo, na ocasião, da Peppa Pig. Mas a empresa era tão desorganizada que fechou com outra mãe exatamente no mesmo dia da minha festa e não compareceu. Foi uma experiência muito frustrante!

DICA: Exija contrato com qualquer empresa antes da sua festa. Não feche negócios de boca. Nem todos agem de boa fé e com profissionalismo.

O QUE APRENDI COM MINHAS FILHAS: Com animador ou sem animador o importante é correr junto com as crianças na festa.

10) Fotógrafo em Festa Infantil de baixo custo:

Fotógrafo em festa infantil de baixo custo. Créditos na imagem.

Tem que ter!

Já me arrependi muuuuuito de não ter fotógrafos profissionais em algumas festas das minhas filhas.

Pesquise, pois vale a pena, independente do tamanho da sua festa.

Muitos investem em lindas decorações e no final não tem um belo registro de tudo.

Nós pais, temos que dar atenção aos convidados, aos nossos filhos, a uma série de coisas no decorrer da festa. Aí pedimos para os amigos tirarem fotos com seus telefones. Então, eles nos enviam: foto desfocada, pessoas sem cabeça, fotos sem sentido… e aí vem o arrependimento.

Tem muitos profissionais bons e que não cobram valores absurdos como os fotógrafos de “grife”. Analise o trabalho deles, exija o contrato e aguarde pelas lembranças que serão eternizadas através de lindas fotos.

DICA: se realmente não tem dinheiro para contratar um fotógrafo, chegue mais cedo na sua festa (20 minutos já são suficientes). Tire você mesma as fotos da sua festa com calma (ou chame um amigo para fazer isso junto com você). Registre os detalhes antes dos convidados chegarem, tire as fotos enquanto os filhos estão arrumados e sem agitação. Programe-se e não irá se arrepender!

O QUE APRENDI COM MINHAS FILHAS: Meu telefone não consegue captar boas imagens em movimento.

Conclusão:

1) Em tempos de crise, é melhor fazer uma festa infantil pequena para poucos convidados. Assim você conseguirá oferecer mais qualidade em quantidade menor e gastando menos.

2) Festas infantis em escolas estão super em alta e não pesam no bolso. Se a escola do seu filho ou filha permite que sejam realizadas festas, aproveite a oportunidade. Minhas filhas adoram e já vou fazer pela terceira vez a pedido delas.

3) O “smash the cake” (esmague o bolo) é uma ótima recordação para comemorar o primeiro aninho. Ele é um ensaio fotográfico do seu filho com seu primeiro bolinho. Muitos fotógrafos oferecem esse ensaio e o bebê fica a vontade fazendo uma bagunça gostosa com seu primeiro bolo. Eu fiz com minha segunda filha e não me arrependi. Na época acho que foi R$300,00 (foto + decoração do ambiente a ser lambuzado). Fiz na sala do meu apartamento, foi lindo e divertido.

4) Picnic na pracinha perto da sua casa também é super divertido e não sai nada caro. Basta levar frutas, sucos, um bolinho, toalha, descartáveis, balões e a festa está pronta.

Espero que este artigo tenha te ajudado no planejamento de uma linda festa infantil para seu filho ou sua filha. Coloque seus comentários abaixo, é muito importante!!! Diga o que você achou ou dê uma sugestão para artigos que você gostaria de ler.

Sou Cris Rezende, mãe da Isabella e da Beatriz, e fundadora do Festejar com Amor.

Save

Save

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O tempo limite se exauriu. Por favor, recarregue o CAPTCHA novamente.